domingo, 31 de maio de 2009

Another lonely day...

"wish there was something
I could say or do
see cause I can resist anything
but the temptation from you
but I'd rather walk alone
than chase you around
I would rather fall myself
than let you drag me on down"

Another Lonely Day- Ben Harper

Acordei procurando algo, olhando para o lado da cama, olhando debaixo do edredom... Não achei você em lugar nenhum. Meu coração disparou, minha respiração parou, meu estômago revirou... Eu sempre soube que um dia você me deixaria, que um dia você volatria para os braços dela, da preferida, da numero um, da dona do seu coração, da sua pequena.

Vai. Me deixa só. Perdida. Abandonada em cima da cama, enrolada nos lençóis da nossa noite, inebriada pelo seu cheiro na minha pele, lembrando das suas mãos perdidas em meu corpo, seus olhos de encontro ao meu, cantando meu coração...

De repente, eu lembro, dos nossos corpos virando apenas um, nossas mãos caminhando juntas, encontrando a arte dos corpos dançantes, da arte, do suor....

Ainda sinto você. Posso vê-lo, mesmo longe de mim, ainda posso tocá-lo. Ainda há lágrimas, há saudade do tempo que se foi, dos poucos momentos juntos, daquele sorriso atrevido, daquele gingado, com aquele olhar de mistério, ah! Aquele olhar...Me tira do sério, que me deixa louca dentro da roupa, que me alucina, que me devora, me bagunça, me cega.


Ás vezes parece que você ainda está aqui...Vejo você saindo do banho, enrolado na toalha, passando seu perfume e eu te agarrando, te jogando na cama, dando beijos no seu pescoço, invadindo seu espaço, sua vida...

Agora fico só com lembranças, fico aqui esperando você sair da minha vida, desocupar meu coração, me libertar desse sentimento contraditório, dessa oscilação de humor, dessa confusão interior....

Preciso me reconstruir, fazer uma faxina, mudar, me recuperar....

Preciso do meu eu que foi embora com você.


Beijos

Lud Figueira

domingo, 17 de maio de 2009

Estado Sublime




Preciso de alguém que me anime
Que não apenas de mim se aproxime
Que através de acertos me ensine
Que olhando nos meus olhos me fascine
E me mostre o que é o estado sublime

Preciso de alguém que me alucine
Que ande comigo e nunca desanime
Que na corrida dos ratos seja a Minnie
Que venha de bike e não de limusine
E com você meu estado que é sublime

Preciso de alguém em que confie
Que não me julgue e nem me subestime
Que seja o atacante do meu time
Que marque comigo em frente ao Belline
E ali ficamos em estado sublime

Preciso de alguém que hipnotize
Que meu ambiente interno harmonize
Que ature quase todos meus deslizes
Que fique comigo não importa a crise
Que o nosso estado sublime priorize

Preciso de alguém que me balize
Que fuja comigo sempre da mesmice
Que goste das minhas esquisitices
Que jamais erga o seu dedo em riste
Que ao meu lado nunca fique triste
E viva sempre em estado sublime

Preciso de alguém que se aventure
Que faça por onde o inicio dure
Que com meus beijos nunca se acostume
Que ouça os meus versos e ame os vaga-lumes
Que de tanto amor nunca haja ciúmes

Preciso de alguém que seja imune
Que não se mostre uma pessoa rude
Só não me engane e não se iluda
Que se faltar paixão a gente muda
Posso até levar um pé na bunda
Mas é sublime o estado quando a gente gruda





Preciso de alguém que me ajude
Que leve a vida cheia de atitude
Que seja minha fonte da juventude
Que do meu corpo hoje e sempre abuse
Que saiba qual é minha maior virtude
Subliminar o estado quando estivermos juntos



POSTADO POR #SHC#/ Pedro Laviaguerre

beijos
Lud Figueira

Conflitos Interiores/ Se Redescobrindo...

Sabe, não sei o que fazer. Tento manter uma única só postura, tento driblar minhas ansiedades e minhas emoções, pois por vários momentos penso que vou desabar, penso que não vou agüentar, penso em desistir. Mas insisto, persisto, pois me vejo em você, e hoje sei como é horrível viver ao lado de alguém que muda constantemente de humor, que numa hora te abraça e na outra lhe dá um tapa.

Fico a pensar que tudo não passa de conflitos interiores, de confusões sentimentais, de uma tática frustrada para não gostar, para me afastar, provar para si mesmo que pode dominar seus sentimentos... Que maneira estranha.

Sinto uma grande dor, pois não aprendi a lidar com grosseria, pois não sei pagar na mesma moeda, não sei ferir alguém que para mim é especial, tenho carinho... Algo que poderia se transformar numa amizade, hoje derrama lágrimas, pois nem isso terá.

Os outros precisaram me lembrar de procurar meu amor próprio, perdido na cegueira por amor sentido pelo outro, perdido em poucos sorrisos, em poucos abraços, perdido em algumas migalhas de carinho e atenção...

Chega de situações constrangedoras, chega de encontrar portas fechadas, chega... 

Beijos

Lud Figueira

 

sábado, 16 de maio de 2009

Desejos Proibidos....

Sujo. Acho que é um tipo de gosto que não se entende, que não se define... fico olhando, fico apenas observando...Estranho. Sinto uma sensação que não sei identificar.... Tenho vontade de tirar sua roupa, sentir seu cheiro, seu suor, beijar sua boca e transar, trepar, fuder...Seja o nome que for....

Seu silêncio me ataca, seu mistério me confunde... Sinto um arrepio, um medo... Ás vezes culpa, estranhos sentimentos, confusos, loucos...

Acho que talvez isso que faz a diferença.... talvez esse tempero proibido seja o responsável por esse toque especial...

Tem alguma coisa no seu jeito de falar, no seu olhar, que me tira do sério, que faz o não parecer sim, que me arrepia dos pés a cabeca, que invade meus pensamentos, me desconstrói, me vira do avesso...

Tenho vontades censuradas, tenho desejos reprimidos, porque o "não" me tira as forças, porque a frieza me espanta, porque o mal humor me joga no vazio da escuridão...

Ainda vou descobrir.... ainda vou descobrir qual é o segredo dessa beleza bruta, desse charme de menino abandonado, desse ar de moleque rebelde, dessa boca de onde sai palavras bonitas e sentimentais, palavras que acertam em cheio qualquer coração a procura do amor....

Me faz misturar estações, me faz oscilar de humor, me faz amar e odiar, me intriga, me persegue, mesmo de olhos fechados consigo vê-lo, consigo pegá-lo, consigo senti-lo.... Pois seu cheiro me toma, me devora, me ataca, me assalta, me rouba os sentidos...

"Não tenho nada com isso, não vem falar...Eu não consigo entender sua lógica...."

Beijos

Lud Figueira