terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Um novo ano - Uma nova chance

Tempo fora do ar. Encontrar, perder ou inventar outra vez. Um turbilhão de emoções, diferenças complicadas, temperaturas desiguais, argumentos sem fundamento,preguiça mental para de fato descobrir o que é essa tal verdade que tanto procuram.

O que tanto queremos encontrar nessa interrogação que é o AMOR?

Um diferencial, algo novo do habitual, ajudou a formar novas idéias, a acordar sentimentos esquecidos.

Como aceitar, como sair, como enfrentar?

O sonho de um relacionamento estável foi tão forte que tornou tudo viável, o certo virar errado e o errado ser o certo.

Copia-se um padrão que se acredita ser o ideal, o certo. Descobre-se que o tal do certo, não existe.

Um desejo: Não só descobrir o que é o amor, como também vivê-lo.


Beijos

Lud Figueira

Nenhum comentário: