quarta-feira, 28 de julho de 2010

Um dedinho PODRE

Como reconhecer:

-você sempre escolhe os que estão com o lembrete na teste: PROBLEMA
-acaba sempre sendo a outra
-se mete em cada situação onde quem acaba sofrendo é você
-adora um cafajeste

Se você se viu nesses exemplos, você com certeza tem o dedinho podre!

É complicado, pois geralmente nós identificamos o perigo, mas ao invés de sair correndo, há uma certa excitação no ar, um perigo inocente, uma vontade de virar o jogo que, esquecemos da cilada que estamos entrando e quando nos damos conta....Já era!!! Estamos enroladas dos pés a cabeça e numa complicação séria difícil de sair!!!

Na maioria das vezes o melhor desses relacionamentos é o sexo! Claro que casual, o que nós faz querer ainda mais...
Depois, conseguimos nos apaixonar pelo cidadão, mesmo sabendo com todas as letras que não é a vibe dele. Isso faz com que nos sintamos desafiadas a inverter a situação e torná-la favorável para o nosso lado. Doce ilusão...


Claro que, o jogo continua a favor dele, pois logo, da parte do "problema" não há sentimento e se por acaso há, nunca é o suficiente para haver mudanças!

O velho é cômodo e o novo assusta! Pois é...

Mas, como não é surpresa e já vimos esse filme de quinta um milhão de vezes, está na hora de parar!

Operação controlar o nosso dedinho!
hehehhehe

Beijão

Lud Figueira

Um comentário:

Anônimo disse...

Óteeeemo Lud, e como se controla esse dedo??? Me passa o manual!
bjosss!
Criszoca