quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Virando a página

Preciso e necessário. Saber enxergar a luz piscando avisando:"Chegou a hora, acabou. Por favor mude o capítulo! Vamos virar a página?"

É isso que vamos fazer. Vamos pegar uma folha em branco e escrever uma nova história. Aquele capítulo já estava cansativo, os protagonistas estavam chatos e precisamos de movimento, mudanças, criar, de novidades para o nosso novo capítulo.

Para isso acontecer, precisamos resolver certas questões:

Primeiro: Livre-se da culpa por qualquer decisão que você tenha se arrependido; ou você volta atrás, procura mesmo, sem se preocupar com o que você fez antes ou então desista! A vida do outro já seguiu! Vai ficar fazendo o que ai, sozinha e ainda por cima pensando no "Se": "Se eu tivesse feito isso, falado aquilo, pensado assim ou assado." (Ah, cara, sai dessa! Abre um mate com limão!)

Segundo: É necessário querer sair desse baixo-astral, tirar esse moletom, tomar um bom banho e principalmente cuidar de você! Essa depressão pós-fora, ou término de namoro, ou mais uma briga daquelas com o namorado, ficante(seja lá que nome tenha) já deixou você mal tempo suficiente. Não dá para ficar cultivando o papel de vítima(as amigas já não aguentam mais ouvir a mesma história! Na verdade nem você aguenta mais contar!), esse papel não te pertence mais! Vai buscar a heroína e a mulher poderosa que há em você!(para algumas shopping resolve, para outras um bom sexo com um desconhecido é uma boa saída)

Terceiro: Mude o foco. EXTREMAMENTE importante que você comece a reparar em outras coisas das quais antes não eram interessantes mas, se de repente você olhar de outra forma, sua opinião pode mudar: "Nossa, pensando bem,,,,," NÃO é para você começar a fazer caridade por ai! (Madre Tereza já partiu dessa para melhor!) É para você ampliar seus horizontes (não a agenda telefônica como nossos amigos homens fazem),mas sim, conhecer lugares novos, PESSOAS novas, gente de outra tribo(larga de ser preconceituosa, os esquisitos também amam).

Bom, depois de seguir esses três "mandamentos", sua página em branco ganhará novas histórias, novas risadas e novas experiências, momentos que precisam e devem conter mais humor do que drama. Cara! A gente já complica tanto as coisas, poderíamos pegar mais leve nas questões sentimentais(que já nos consomem demasiadamente).

É importante Não cair em tentação(muito menos cobiçar o homem alheio), aprender com os erros anteriores(cometa erros novos), se libertar do passado (figurinha repetida não preenche albúm)e entender que na maioria das vezes você entra perdendo, mais sempre pode vir a ganhar!

Mais leveza e menos trabalho mental. A felicidade e o amor custa caro (não tente comprá-los numa liquidação, pois o barato sai caro).

Ah! Já ia me esquecendo do mais importante: Você precisa entender que você pode ser sua pior inimiga! Viva em paz com você e com o espelho. Assuma-se! Vista a sua camisa, acredite em você(quando a gente acredita no produto fica mais fácil vende-lo, ou seja, quando a gente acredita no que somos, no que falamos, ganhamos a credibilidade alheia).

Pronto! VocÊ já pode virar sua página.

Beijos

Lud Figueira

Um comentário:

Dandara Dias disse...

Lud perfeita definição para "os terminos" ou "aquele fora", nada melhor doque bola pra frente...Adoro seu blog e vc de apresetadora no papocalcinha...Sucesso!
Beijão
Dandara Dias