sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Tudo ou "quase" tudo POR UM NAMORADO

Fórmulas, simpatias, homeopatia, florais, corte novo no cabelo, cartomantes... Desistam! Venho humildemente dizer que tudo o que vocês tentaram até agora foi em vão. Agora, pensem na pergunta que vou fazer: Porque você quer um namorado?

Acho que escutei um tímido: “Não sei”.

Vejo muita gente com um namorado só pelo rótulo. Vejo muita relação puramente comercial, relacionamento sem verdade, sem o principal: Amor. Vale ter relações assim, só para ter um namorado?

Alguns exemplos:

“De repente por que cansei de ser sozinha”, “queria alguém para compartilhar momentos, fazer planos”, “porque penso em casar e em formar uma família e nada melhor do que começar namorando”, “é bom gostar de alguém, está apaixonada, ter essa parceria”, “ah! Para aquele domingo chuvoso”, “Porque todas estão namorando menos eu!”, “Porque cansei dessa vida vazia de noitada e de camas e bocas diferentes”, “porque quero amar, quero conhecer esse sentimento, quero pertencer a uma só pessoa e construir uma relação de respeito e confiança!”.

Escuto muito de homens e mulheres: “Ah, na noitada não se tem homem e nem mulher para namorar”!, “Só namorei pessoas que foram apresentadas por amigos”, “Ninguém quer nada! É tanta oferta por aí, para quê namorar?”, “Sou solteiro moro sozinho, posso ter uma mulher diferente a cada noite, para que me prender a uma só?”, “Sou uma mulher independente, sou exigente, enquanto não aparece o certo, me divirto com os errados”... Mas, a frase que mais ganha é: “Não adianta generalizar”.

Então está bem. Não “generalizando” significa que ainda há esperanças. Então por onde será que elas andam? É, as tais esperanças? Não vejo ninguém mais otimista em relação a namorar, ser de alguém e todas aquelas coisas românticas e sonhadoras...

Não é melhor assumir que você não está pronta e ficar sozinha? Um namorado não é para dias solitários, não é alguém que você aluga só para os fins de semana e muito menos um para servir de apoio nos aniversários e para mostrar aos outros que você conseguiu desencalhar.

Um namorado não é aquele que faz tudo para te conquistar e depois fica apenas administrando a relação; mas sim, aquele que você e ele se conquistam todos os dias. Namoro é uma instituição das quais poucas pessoas ainda acreditam e valorizam. É uma fase importante, é uma etapa de conhecimento, de superação de defeitos e exaltações de qualidades. É um companheirismo absoluto, um dia triste com a compensação de dias melhores, um amadurecimento diário, uma convivência de crescimento, uma troca de conhecimentos e experiências. É ALGO RARO.

Vivemos numa época de corpos sarados e pouco intelecto. De pré julgamentos e opiniões fracas. De desistência pela dificuldade e aceitação pela facilidade. Da falta de emoção das palavras e atitudes e de muito sexo mecânico.

Dizem: “Saia, divirta-se, conheça gente nova! Mostre a sua cara, apareça!”. Eu digo, Fiquem em casa, leiam bastante, pois a cada noite vivida as esperanças são cruelmente perdidas, seja pelo vazio das pessoas ou pelo enorme vazio ao acordar no dia seguinte.

Ok. Não posso ser tão radical. Mas antes de quererem um namorado, saibam o porque. Não brinquem com sentimentos alheios, não pareça ser quem não são. Se conheçam sozinhos sem ajuda de muletas.

Encontre primeiro a felicidade em você e depois, compartilhe-a com o outro.

Beijos

Lud Figueira

@ludfigueira

4 comentários:

Lud* A* disse...

Muito bommmmmm!!!!!!!!!!!

diego disse...

SENSACIONAL!!!!! parabéns Lud

Nephilim disse...

Keria ter lido esse texto 1 ano atras antes de noivar com alguem que so queria um titulo de "noiva"

Lívia disse...

Muito bom Lud, e o melhor de tudo é quando você consegue um namoro construído na base da VERDADE. Parabéns pelo blog, adoro vir aqui ler seus posts. beijinhos.. e sucesso!