terça-feira, 20 de maio de 2014

A maravilhosa comunicação : Whatsapp

Eu juro que é verdade. Sim regredimos. Bem vindos a frieza, ao impessoal, a praticidade e a manutenção barata dos relacionamentos.
Tudo bem que realmente esse meio de comunicação facilita muito as coisas hoje em dia. Mas, porque não uma ligação? O que aconteceu com os telefonemas? Aquele telefone tocando, nos causando aquele desespero estomacal, aquele suor nas mãos....Não vem me falar que o Whatsapp faz tudo isso porque é mentira. Claro que quando a gente escuta aquele barulhinho de mensagem chegando, já ficamos atentas. Mas não é o mesmo que ouvir a voz da pessoa, aquelas pausas, aquela hora do silêncio onde você não sabe se termina a conversa ou se puxa mais um assunto. Whatsapp você manda aquelas "carinhas" e pronto: Já se sai dessa saia justa. É uma espécie de covardia não falada. Ódio mortal dessas "carinhas".
Sou antiga. Curto uma ligação e principalmente no dia seguinte. Acho um verdadeiro charme, uma verdadeira arma de conquista o cara ligar no dia seguinte. Puxa! Por mais que ele só esteja fazendo a famosa média, é uma atitude legal. A gente se sente valorizada, lembrada e além de ser uma espécie de confirmação que para ele a noite também teve seu valor. Será que dá para sentir tudo isso por uma simples mensagem?
Assim que eu fiquei solteira, as minhas amigas vieram me falar: "Olha hoje em dia, se você fica com um cara na balada, ele vai pedir seu whatsapp. Se ele no dia seguinte ligar para você, é porque ele realmente se amarrou muito em ficar com você! Tipo apaixonado!". Oi? Como é que é? Que parada bizarra! Achei uma das coisas mais loucas que eu ouvi ultimamente. Então vamos ver se eu entendi: Se o cara pegar meu telefone e me mandar um whatsapp, ele curtiu ficar comigo. Tipo, achou legal. Agora se ele ligar.... Caralhada!!!! Ele se amarrou muiiiiito! Ah! Gente! que preguiça desses códigos malucos! Sensacional, ri sozinha durante algum tempo. Porque o pior, é que vejo isso acontecer!!!! Alouuu? Pela amor de Deus! Que maluquice!
Tudo bem que não vou crucificar esses "pobres" homens pois eles só agem assim porque a gente permite. Então é uma loucura compartilhada.
Mas o pior ainda eu não disse. Vamos retratar um caso: O cara te mandou um whatsapp depois de uma noite daquelas: muito suor, sexo e etc.  Ai ele vai lá, todo trabalhado na gentileza de lhe mandar uma mensagem. Assim:

---" Oi fulana, e ai?  Chegou bem? (24hs depois de vcs se encontrarem)
---Oiiiii!!!! tudo bem! Cheguei ótima!
---Ah... que bom..(uma carinha)
--pausa(silêncio no whatsapp)
---Mas, então, curti muito a nossa noite!(A mulher, no seu desespero interior manda essa mensagem na esperança de ele se manifestar...
---Eu também . (Aí ele manda essa resposta, e uma carinha de beijos)
FIM

Que bad!!!! Acho que teria sido melhor não mandar mensagem alguma. Não tem o que falar, vai mandar o que? Sei la...Essa seria uma mensagem a toa. Não disse nada. Só piorou. Ás vezes não fazer nada, ficar calado é a melhor solução. Na verdade é que ninguém está de bobeira. Nesse caso, o cara tentou ser legal. Mas ai, a nossa garota quebrou as regras do jogo e disse que a noite foi legal e ele sem saber o que fazer, mandou um "eu também" e terminou o papo. Ou seja, nem um: E ai, vamos se falar durante a semana, marcar uma parada....sei lá...

Foi um desastre.

Bom, fica a dica para novas abordagens, seja qual meio de comunicação se use!


Beijos
@ludfigueira

Nenhum comentário: