quarta-feira, 14 de maio de 2014

Como se resolver uma saudade



Não sei. Sinceramente a saudade e algo que vc não consegue resolver. Ela nasce numa ausência ou numa presença. Não tem explicação.

A saudade te invade em momentos diversos. As vezes vc acabou de ter um momento incrível com alguém. Esse alguém se despede de vc, bate a porta. Aí vc senta no sofá e pensa: " Nossa, que saudade ela deixou! Ou então vc passa o dia com a pessoa, olha nos olhos dela e fala: a saudade ainda não foi embora... E ela sorri e te da mais um abraço... Ou, vc não tem mais aquele momento ou aquela pessoa e vem a maldita saudade...

A saudade e irmã do gostar, prima da alegria e conhecida da dor. A saudade vem e vai de maneiras inesperadas. Muitas vezes ela fica guardada lá, vc se acostuma. Não que seja algo que vc goste de cultivar, mas foge do seu controle.

São tantos tipos de saudade... Agora vc esta lendo isso e está pensando em alguém, ou em algum lugar, ou em alguma comida ou até mesmo em alguma fase que passou, mas gostaria de voltar, voltar no tempo e sentir aquela "coisa" gostosa que a saudade deixa.

A saudade tem um gosto bom e amargo. Mas como não amar esse sentimento? Saudade e arrebatadora, e louca, e um pensamento, uma vontade desenfreada e uma loucura de amor. E uma ligação na madrugada, e uma procura.

Saudade não tem hora e nem lugar. E livre de preconceito, de gosto, de cor.

Saudade e gostar, e querer bem, e uma forma de amor. Saudade e sua, e minha, e dele, e dela e ninguém sabe.

Saudade e mistério, e alma, corpo e mente.

Saudade e cheiro, boca, rosto.

Saudade e um combustível para medir relacionamentos.

Saudade são palavras guardadas no coração de quem as ouviu, de quem as viveu.

Saudade não tem limite. Saudade e além, e maior.
Saudade e um sentimento caro, que não há dinheiro que compre.

Saudade e dor, e alegria, e prazer e misturado.

Saudade... vc vive em mim.


Nenhum comentário: