quarta-feira, 28 de maio de 2014

Ousadia, ás vezes cai bem

Caro leitor, me responda essa pergunta:
Quem deve dar o primeiro passo: O homem ou a Mulher?

Há quem diga o homem (a maioria), a quem diga a mulher e há também quem diga os 2. É muita responsabilidade atribuir tudo ao homem. Acho sim, que há coisas que é legal o homem fazer antes que a mulher. Mas, por que sempre esperamos que o homem faça tudo? Ele precisa ligar primeiro, "chegar" primeiro, convidar primeiro... Preguiça dessa dependência arcaica.

Claro que, quando tomamos à frente temos que ter muito, mas muito cuidado. Porque vivemos numa sociedade mega ultra machista. Então qualquer "piso em falso" você é automaticamente rotulada com aqueles nomes nada agradáveis. Ousadia com moderação.

Mas, como fazer isso? Bom, parto do princípio que quem não arrisca não petisca. Depois de uma certa idade, você não lida mais com perda de tempo e energia. Exemplo: Você conheceu o cara na noite e trocaram telefone. Tiveram uma noite bacana. Passou uns dias o cara não apareceu. Aí, você pega o telefone e manda uma mensagem "tranquila" dizendo algum assunto sobre o qual vocês conversaram e puxa um papo. Se o cara responder prontamente e desenvolver uma conversa e claro, tocar no assunto de vocês saírem, ponto para você. Se ele não responder ou for frio (ser frio por mensagem é ótimo. Até porque você não está falando com a pessoa ao vivo. Mas, se ela não lhe mandar aquelas carinhas engraçadas ou ponto de exclamação), então minha amiga dê passagem a esse homem. Por um lado você ficará na "bad" pensando se o cara agiu assim porque você deu o primeiro passo e, por outro lado, você dará graças a Deus que não ficou naquela enrolação e naquela espera por algo a mais.

Sei que você lendo esse texto parece fácil fazer. Mas, a grande verdade é que é difícil dar o primeiro passo. Acho que é por isso que muitos tomam um álcool antes de "chegar" em alguém. Não é fácil puxar papo com quem você mal conhece, não tem intimidade. E como a chance de dar errado é grande, fica todo mundo em cima do muro.

Mas, alguém precisa dar o primeiro passo...

Já chegar num cara na noitada, acho pesado. Veja bem, não sou contra e nem a favor. Digamos que acredito que cada um deva fazer o que tem vontade com um certo bom senso. Puxar um papo na noitada sem se insinuar vulgarmente acho bacana. Agora é preciso moderação. Qualquer vírgula errada pode dar chance a má interpretação.

Acho que falar a que veio é sempre interessante. Evita mal entendidos e esperas intermináveis. Ficar de bem com a sua ansiedade faz bem a alma e a cabeça.

Claro que, é sempre mais fácil quando o homem dá o primeiro passo. Aí, a gente se sente confortável em dar corda ou não. Administramos melhor. Enchemos a boca e dizemos em alto e bom som: "Sabe o carinha da noite passada? Ele me mandou mensagem hoje!" Nossa, é incrível, mas soa como um troféu para a mulherada.

Ás vezes é necessário sairmos da nossa adorada zona de conforto. É bom também se sentir confiante, independente, sabe? A vida é você quem faz, é o aqui e agora. Já temos idade de sabermos o que queremos e irmos atrás. Ás vezes depende de você dar aquele empurrãozinho. Pense: Você não tem nada a perder, mas pode vir a ganhar, certo?

Pense nisso!

Beijos
@ludfigueira





Nenhum comentário: